top of page

Aulas Especializadas

Educação Física

Educação Física

Na educação física, em cada movimento, trabalha-se tempo de reação, coordenação motora, equilíbrio, agilidade, o respeito ao outro e ao espaço. O prazer de descobrir e superar desafios a partir da própria ação são elementos que norteiam nossas ações. Enquanto brincam, as crianças elaboram regras e ressignificam ações. O uso de jogos e brincadeiras tem influência decisiva no desenvolvimento neuromotor e na capacidade de aprendizado da criança.

Educação Musical

A música é uma expressão artística que facilita a comunicação e a expressão dos sentimentos, desenvolve a fala, o ritmo, a capacidade de concentração e a memória de forma interativa e poética!

A proposta é vivenciar a música a partir do envolvimento das crianças. Por meio de instrumentos como: violão, teclado, instrumentos de percussão e outros, as crianças exploram as diferenças de timbre, altura, intensidade e duração de um som e de uma nota. O silêncio também faz parte dessa vivência.

Educação Musical
Hora da Nutri
Melancia

Hora da Nutri

A culinária para a criança é uma verdadeira investigação! Ler receitas, calcular quantidades, fazer previsões e observar a transformação dos ingredientes fazem parte desse aprendizado. Conhecer novos alimentos, pesar, amassar, cheirar, descascar e espremer frutas é só o começo. De onde vem a melancia? Porque ela é tão grande? 

 

Na hora da culinária muitas barreiras podem ser quebradas, como por exemplo, a resistência a experimentar novos alimentos. É na interação com eles que os pequenos conhecem melhor as frutas, as verduras, os legumes… Além de perceber processos importantes como transformação: uma massa pode se transformar em um pão! Laranja com mamão pode virar um suco delicioso! 

 

E, na Vila, a culinária é uma boa ferramenta para introdução de novos alimentos. A curiosidade de ver o processo move as crianças a experimentar. Isso motiva a aceitação de novos alimentos no lanche.

Aula de Artes

Nas aulas de artes as crianças têm a possibilidade de tornar real projetos, experiências e criações. Um monstro ou um super-herói, desenhado pela criança, pode sair do papel, ser costurado em tecido,  recheado com espuma e imaginação, cair nos braços de uma criança e habitar em seu coração!

 

Nos encontros com a professora especialista em Artes, as crianças vivenciam processos artísticos para construção e elaboração de repertório expressivo. Elas têm contato com várias técnicas de pintura, desde o fazer da tinta, passando pela construção de paletas de cor até o seu uso no trabalho artístico. Além disso, elas desenvolvem projetos de modelagem com a argila que trabalham também a perspectiva do tridimensional.

 

E, antes de qualquer um desses processos, elas representam graficamente as propostas, por meio do desenho.

Pintura no Cavalete
Casinhas de argila
Cultura Maker
Dinossauro de Argila

Cultura Maker

O termo Maker vem do Inglês To make = Fazer! Em outras palavras, colocar a mão na massa. Mas este fazer vai muito além de construir algo sozinho utilizando um material inovador. Sendo assim, a Cultura Maker fala de um inventar, um fazer criativo e coletivo, com o objetivo de criar novas soluções e descobrir o código das coisas para entender o mundo. 

 

Muito mais do que o lugar, o Makerspace, o principal da Cultura Maker é despertar um olhar curioso para a realidade à nossa volta e aguçar o interesse e a criatividade das crianças. É motivá-los a questionar e encontrar, de forma colaborativa, a informação e os materiais necessários para dar forma a um projeto que foi pensado no grupo ou individualmente. Outras propostas também podem ser desenvolvidas em outros espaços da escola como a quadra e a sala de artes.

Volte para a página inicial

bottom of page